A BABEL DO INCONSCIENTE

(ref.: 9788531209314)

Autor: JACQUELINE AMTI-MEHLER
Editora: IMAGO
Ano: 2005
Número de páginas: 336
Categoria Principal: Teoria Psicanalítica

  • Compartilhe:
R$ 82,00 R$ 69,30
12x de R$ 5,78
Coloque o cep:
  • Especificação
  • Descrição
O mérito desta obra é chamar a atenção para um tema que tem sido reprimido por uma parte de nossa cultura intelectual, e que é importante dentro e Dora do Âmbito da prática psicanalítica, dado que a dinâmica do mundo contemporâneo está destinada a aumentar o número de pessoas plurilíngues na sociedade, bem como a comunicação entre pessoas de tradições e legados linguisticamente diferentes. Acima de tudo, os autores deste livro estão mais interessados em circunscrever e especificar questões, do que construir um aparato irrefutável de respostas. E, todavia, com uma cautela muito correta algumas respostas estão delineadas.
Prefácio......................................11

Introdução..........................17


Capítulo l

Viagem a Babel.................................31

O mito de Babel......................35


Capítulo 2

As raízes históricas do polilingüismo e do poliglotismo na psicanálise ................... 49

A Viena de Freud ................................ 49

Freud e o problema da afasia ................................ 59

Ferenczi e as palavras obscenas ...................................... 63


Capítulo 3

Literatura Psicanalítica sobre o Problema das Línguas ................... 73

Imigração dos Pioneiros: Países Novos, Línguas Antigas............... 73

Vinte anos depois.............................. 87


Capítulo 4

Identidade e Identidade de Gênero através das Línguas................97

Mãe e língua materna....................................97

Figuras maternas e suas linguagens: babás, enfermeiras, governantas.......................................111

Romance familiar e língua paterna...........................125


Capítulo 5

Perguntas... ...........................................129


Capítulo 6

Repressão e Memória..................................139

A serviço do tempo.......................................139

Na primeira pessoa....................152

Um caso clínico: sentimentos e objetos perdidos.........................160


Capítulo 7

O Bebê e as Línguas................................167


Capítulo 8

O Assim Chamado Pré-Verbal..............................179

O não-verbal ou paralingüístico na psicanálise...................179

A magia da palavra.............................192


Capítulo 9

Do Mundo dos Poetas: o Estranhamento como Profissão.............199

Louis Wolfson, Lê jeune Esqizofrène...............................201

Samuel Beckett, O que é estranho, vá embora...............................206

Vladimir Nabokov, imigrante profissional..........................211

Fred Uhlman, fazer-se inglês..................212

Elias Canetti, a língua encantada............................217

Héctor Bianciotti: a clandestinidade das línguas.....................221

Amanda Morris Prantera, um anel estranho.......................226

Dante e a língua de Adão - Ur-Sprache e o mito do Um Primordial..................................228


Capítulo 10

Intersecções

Na fronteira com outras disciplinas.......................................235

A teoria de Sapir-Whorf......................244


Capítulo 11

Tradução Possível, Tradução Impossível...........................253


Interpretação, trabalho analítico e impossível.........................261

Uma sessão em muitas línguas.....................266

A transmissão da psicanálise.....................................271


Capítulo 12

Algumas Respostas..................................277


Cisão e Integração......................................277

Em dois palcos: o caso A. .....................................296

Bachtin e o conceito de sujeito polilógico.......................................300

Polilogismo e psicanálise......................305


Bibliografia.......................313

    FORMAS DE PAGAMENTO

    REDES SOCIAIS