CRIANÇAS PÚBLICAS, ADULTOS PRIVADOS

(ref.: 9788571373990 (CO))

Autor: Rinaldo Voltolini
Editora: Escuta
Ano: 2016
Número de páginas: 208
Categoria Principal: Psicologia Social e de Grupos

  • Compartilhe:
R$ 55,00
Coloque o cep:
  • Descrição
  • Especificação
SUMÁRIO

Prefácio 7
Rinaldo Voltolini

A PSICANÁLISE NA POLÍTICA DA PÓLIS

Tem a psicanálise uma eficácia qualquer contra o totalitarismo 15
Robert Levy

A psicanálise na pólis: a psicanálise está à altura de responder sobre os problemas da pólis utilitarista? 25
Perla Zelmanovich

A psicanálise na sociedade de ímpares 39
Rinaldo Voltolini

CRIANÇAS DE MARTE, ADULTOS DE VÊNUS

A criança de Marte, o adulto de Vênus. Podem ele e encontrar? 59
Dominique Ottavi

Nota psicanalíticas para outra história recente da infância 73
Leandro de Lajonquiêre

A CRIANÇA PÚBLICA PRECOCE

A criança pública 87
Angela Vorcaro e Tânia Ferreira

A creche, o professor e o desejo 99
Leda Mariza Fischer Bernardino

Bebês públicos, pais privados do poder educativo para constituir um sujeito (e suas consequências para a clínica do autismo) 111
Maria Cristina Kupfer

A TRANSMISSÃO NA EDUCAÇÃO ATUAL

Não ter e ter que ter pra dar: pobreza e amor na educação 123
Paulo Henrique Fernandes Silveira

O filho-sinthoma e as uvas verdes da transmissão 137
Marcelo Ricardo Pereira

Começos sem origem: por uma escola menos teleológica 151
Simone Moschen

CRIANÇA E DIREITO

Infância e direito: criança protegida ou superprotegida pelo Estado? 167
Luciano Elia

Um futuro sem inscrição no tempo presente e sem tributo ao passado:
o insidioso retorno dos tiranos e de sua horda 179
Paulo Endo

Infância e direitos em tempos de exposição e consumo: infância emancipada? 193
Mercedes Minnicelli
Como nos mostrou a psicanálise, o que a criança é ou virá a ser encontra-se em estreita dependência àquilo que foi para ela projetado pelos adultos. Ela é, antes de tudo, um sonho dos adultos e terá que lidar com essa alienação enquanto percorre o longo e traumático caminho de sua constituição.
Nossa época sonhou com uma criança grandiosa, sua majestade o bebê, como dizia Freud, e para ela dirigiu seus bens mais preciosos, no campo do direito, da ciência, da educação etc. Mas ter evocado um trono para ela implica pensar também como fica o adulto nessa nova cena, esse mesmo adulto que, mesmo súdito, ainda precisará sustentar para a criança as condições de sua constituição.
1
quem comprou, também comprou
HIPOCONDRIA
Escuta
R$ 71,00
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque
UM MOSAICO DA DEPRESSÃO - DOS SUJEITOS SINGULARES AOS TRANSTORNOS UNIVERSAIS
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque
CLÍNICA DA MELANCOLIA
Escuta
R$ 60,00
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque

    FORMAS DE PAGAMENTO

    REDES SOCIAIS