LACANEANDO - IDEIAS, SENSAÇÕES E SENTIDOS NOS SEMINÁRIOS DE LACAN

(ref.: 9788578540838 (CO.))

Autor: CLÁUDIO SALTINI; HERVAL GONÇALVES FLORES
Editora: WAK
Ano: 2010
Número de páginas: 336
Categoria Principal: Lacan

  • Compartilhe:
R$ 95,90
Coloque o cep:
  • Especificação
  • Descrição
1
cartas dirigidas a amigos observa Peter Sloterdijk apenas mais longas. Pulsação ética do compartilhamento pela magia da escrita. O emissor-leitor ideal busca o ideal do emissor-leitor para não ficar capturado por manias, repetições. O leitor-amigo sabe bem e de antemão do que trata o livro: a aproximação da história com a história que se tem. Nós, cartógrafos do desejo, respeitamos toda forma de resistência e usamos a astúcia para armadilhas e sonhos. Os sonhos como o conhecimento são da ordem do imaginário, cartografou Lacan. Então, leitor-amigo, a meta de Lacaneando não é o conhecimento, é o saber da relação do sujeito com a ordem simbólica, o mundo humanista das palavras como traços de aproximação. Inconsciente é outro nome do saber que não sabemos que temos, desconhecido. Mas não há como chegar ao saber sem o conhecimento, ainda que cada um de nós saiba que, como sujeitos, nunca nos conheceremos completamente. O ato de escrever é simbólico e só pode ser atribuído a sujeitos humanos. Uma qualidade fundamental de qualquer ato é que ele é realizado por um sujeito-ator que, mesmo com pouca qualidade dramática, pouco poder de fala, se faz responsável. Responsável no sentido de portar intenções que serão reveladas nas cartas por um círculo de amigos e que implicam tanto destinatário quanto escritor. Intenções que apresentam o desejo inconsciente distorcido para ser assumido em sua forma mais primária de pulsão que assim passa a vincular-se ao domínio ético. Pulsar Lacaneando é um ato ético agora que sabemos disso.
SUMÁRIO


Prefácio
Michele Roman Faria ........................................................................................... 13

Apresentação
Status nascendi deste livro: o Grupo de Estudos de
Psicodinâmica (GEP) ¿ Daimon
José Fonseca ...................................................................................................... 17


PARTE 1-
APRESENTAÇÃO DA TEORIA LACANIANA............................................................ 19

1. A palavra é um caminho
Ricardo Guará Amaral Rego ............................................................................ 21

PARTE 2 -
REFLEXÕES SOBRE O ESPELHO E O IMAGINÁRIO ............................................... 67

2. Onde estava o espelho, a criatividade há de vir
Vera Lúcia Rolim Da Silva.................................................................................... 69

3. Lacan, Moreno, Sydney Pollack, Walt Disney, ... pouca coisa!
Therezinha Paula Esteves .................................................................................... 87

PARTE 3 -
ARTICULAÇÕES ENTRE O ÉDIPO E O SIMBÓLICO ............................................... 103

4. O saber e o conhecimento
Cláudio João Paulo Saltini ................................................................................. 105

5. Fragmentos de um estudo sobre a neurose obsessiva e a perversão
Doralice B. Cavenaghi......................................................................................... 119

6. A matriz de identidade dos Nomes-do-Pai e o status nascendi do
Sujeito-Deus-em-Status-Nascendi, ou o Psicodrama e o
Matema da Fantasia ($<>a)
Herval Gonçalves Flores .................................................................................... 141

7. Interseções entre Moreno e Lacan: a triangulação e o
reconhecimento do Ele
José Fonseca ..................................................................................................... 211

PARTE 4 -
APREENSÕES DO OBJETO E DO REAL ................................................................ 247

8. Sobre o amor: Eros, philia e ágape
Myriam Habib ...................................................................................................... 249

9. Confissões sem preconceito (ou o meu amor ao objeto a)
Valéria Panizza Nador ........................................................................................ 269

PARTE 5 -
Clínica .................................................................................................................... 277

10. Considerações clínicas sobre a bulimia
Leda Corazza........................................................................................................... 279

11. A metáfora paterna
Maria Amalia Faller Vitale ......................................................................................... 297

12. Os três registros lacanianos (real, imaginário e simbólico)
e a clínica psicodramática
Mariângela Pinto da Fonseca Wechsler...................................................................... 311

    FORMAS DE PAGAMENTO

    REDES SOCIAIS