O COMPLEXO DE JOCASTA - A FEMINILIDADE E A SEXUALIDADE SOB O PRISMA DA MENOPAUSA

(ref.: 9788585717704)

Autor: Marie-Christine Laznik
Tradução: Sandra Regina Felgueiras (com revisão da autora)
Editora: Companhia de Freud
Número de páginas: 288
Ano: 2003
Categoria principal: Teoria Psicanalítica

  • Compartilhe:
R$ 59,00
Coloque o cep:
Frete grátis para: Brasil
  • Sumário
  • Sinopse

Introdução......................................................................................... 11

PRIMEIRA PARTE

A crise do meio da vida

1. A menopausa maltratada pela psicanálise .................................... 19

Por que a denegação da menopausa?............................................... 21

Por que menopausa e velhice?............................................................ 22

2. Menopausa e perda dos mênstruos .............................................. 27

A menstruação: rastro de uma identidade feminina ........................... 29

A menstruação: garantia de poder materno ..................................... 31

3. Menopausa e pavor ..................................................................... . 37

Freud e o aumento da libido .............................................................. 39

Sexualidade e menopausa.................................................................. 41

Deutsch e o aumento de excitação sexual....................................... 42

Dados populacionais......................................................................... 46

De um gozo feminino enfim possível.................................................... 50

O ponto de vista do ginecologista........................................................ 52

Fantasmas incestuosos e pavor ........................................................ 53

Uma metade de século conformista: sem Freud e sem pavor.......... 55

4. Menopausa e perda das promessas edipianas............................ 61

Não há nem perdas nem desamparo: é apenas mitologia ................. 62


O que acontece com o primado do falo sob o prisma da menopausa?....................................................................... 63

Um bebê como equivalente fálico tornado impossível...................... 64

O debate Jones-Freud sobre a constituição da identidade feminina ..................................................................65

O falo em Lacan: significante do que o Outro não tem.................... 73

Ser o falo, para uma mulher ................................................... 74

A feminilidade como mascarada......................................... 75

O falo como significante................................................................... 76

Ser não é ter o falo.....................................................................77

5. Nem objeto causa de desejo, nem divisão da mulher! ..................... 81

Greer: uma feminista diante da menopausa ................................. 82

Denunciar a submissão das mulheres ao desejo masculino............... 84

Denegar aquilo a que se deveria renunciar ..................................... 85

6. Espelho e angústia diante da perda da imagem .......................... 91

Uma imagem do corpo à mercê dos caprichos do interlocutor........... 92

O complexo da mulher-dejeto........................................................ 93

O desamparo de não ser mais a uma................................................. 95

As fórmulas da sexuação ................................................................ . 98

Despersonalização ou desrealização................................................ 100

Madame Hermetde Maupassant....................................................... 104

7. Menopausa e imagem do corpo.................................................. 107

O estádio do espelho ..................................................................... 107

A voz como espelho ......................................................................... 110

Testemunhos de mulheres sobre sua imagem do corpo ................. 111

As relações entre mulheres....................................... .................112

Um romance sobre a cirurgia estética.............................................. 113

As mulheres não são iguais diante do envelhecimento .................... 114

O ginecologista, passador da crise do meio da vida ........................117

8. O cônjuge e a crise do meio da vida.................... .......................125

Horowitz: os homens diante da menopausa de sua mulher.............. 126

Benedek: a crise do meio da vida no homem ................................... 128

Uma dissimetria necessária ao desejo masculino............................... 131

Uma leitura pessoal das fórmulas da sexuaçâo................................. 132

O homem de têmporas grisalhas........................................................ 133

O mito de Zeus e Europa .................................................................. 135

Uma mulher deve abdicar de ser objeto causa de desejo?................ 136

O filme O homem, broxa ................................................................138

Duas condições do desejo masculino para se erigir........................ 140

A não-relação entre os sexos.......................................................... 141

9. A menopausa vista pela antropologia ......................................... 145

Françoise Héritier e a menopausa .................................................... 145

As feiticeiras ................................................................................147

As mulheres de coração de homem ................................................. 148

As mulheres quase-homens......................................................... . 149

10. Destinos de mulheres na menopausa......................................... 153

Bruxas daqui e de alhures.............................................................. 153

Cruela: uma bruxa que não se interessa pelos homens .............. 155

Os ensinamentos de Cruela............................................................ 157

Provações do narcisismo feminino na menopausa.......................... 158

Uma Cruela sem complexo: um fiasco cinematográfico.................161

Êxito profissional e deslocalização: um caso clínico ....................... 162

Uma psicanálise na menopausa ...................................................168

Lúcia: uma depressão de destino na meia idade ........................... 170

O complexo de Branca de Neve................................................... 171

11. De coração de homem ou quase-homem ............................... 177

Mulheres de coração de homem...................................................... 177

Colette: uma mulher de coração de homem................................ .178

Simone de Beauvoir: uma mulher de coração de homem ................ 182

Simone de Beauvoir: uma mulher quase-homem .............................. 191

O que se deve entender por homossexualidade feminina? ............. 191

Em Jones...................................................................................... 192

Em Lacan........................................................................................ 193

O amor entre mulheres ............................................................... 194

Como ouvir essa relação no plano analítico? ................................ 195

A homossexual está fora do sexo ..............................................196

Uma mudança de lado nas fórmulas da sexuação...................... 198

Simone de Beauvoir e a velhice .................................................201

Uma outra deslocalização possível: abandonar a feminilidade ......... 202

Chéri e La Fin de Chéri .............................................................. 203

O nascimento do dia ........................................................................... 204

Todas as qüinquagenárias juntas, do lado masculino ................... 205



SEGUNDA PARTE

O complexo de Jocasta

12. Atemorizantes amores das mulheres maduras ....................... 213

Ninon de Lenclos: Sou homem pelo coração ................................... 216

As formas possíveis do encanto na menopausa ............................ 217

Colette e o incesto do segundo tipo ............................................... 220

O filme Belle Maman ........................................................................ 225

Os amores de uma mulher madura, mas, acima de tudo, sem menopausa! ............................................................................ .. 228

Um contra-exemplo: as Índias Mohaves........................................ 230

13. No terceiro tempo do Édipo ..................................................233

Jocasta na história do pensamento ................................................... 234

Jocasta vista por Voltaire ............................................................ 235

Jocasta vista por Freud.................................................................. 236

Jocasta e a paixão de ignorar..................................................... 238

Jocasta vista pela antropologia.................................................... 240

14. O insuportável desvelar da verdade do gozo ........................245

Zweig: Vinte e quatro horas na vida de uma mulher ....................... 245

As dificuldades de Freud com esse romance ............................. 248

Uma tragédia sobre Jocasta ....................................................... 249

Um amor jocastiano em Thomas Mann........................................... 250

O que precede a eclosão de uma paixão amorosa ..................256

Fantasmas incestuosos e inibição................................................. 257

Margaret Lock: a menopausa no Japão .................................. 259

Haveria uma exceção japonesa? ................................................ 261

Guillemette: uma menopausa à japonesa......................................... 263

A ausência de representação do investimento paterno ................ 265

Conclusão ...................................................................................271

Bibliografia..................................................................................... 277

Há um estranho silêncio no conjunto da psicanálise a respeito da menopausa. Será que o desejo inconsciente pelo filho, agora um homem - revelado por Helene Deutsch - teria suscitado um pavor capaz de calar o tema? No entanto, neste momento crucial, quanta mudança vive uma mulher! Uma autentica experiência de deslocalização: em sua sexualidade, em sua identidade de mulher, que já não mais pode ser a de mãe, em sua imagem do corpo que se modifica diante de seus olhos. Aquelas que preferem renunciar á sexualidade para continuar a gozar, tranquilamente, da companhia do filho, permitiram à autora identificar o complexo de Jocasta. Uma Jocasta só pode ser nomeada a propósito de seus filhos, porque é insuportável pensar um desejo incestuoso numa mulher sem que esteja recoberto pelo véu da maternidade...
quem comprou, também comprou
PSICOSSOMÁTICA - DE HIPÓCRATES À PSICANÁLISE - COLEÇÃO CLÍNICA PSICANALÍTICA
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque
A ESCOLHA PROFISSIONAL EM QUESTÃO
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque
HANNA SEGAL EM SÃO PAULO - SEMINÁRIOS
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque

    FORMAS DE PAGAMENTO

    REDES SOCIAIS