O SUJEITO EM ESTADO LIMITE

(ref.: 9788585717452 (CO))

Autor: JEAN-JAQUES RASSIAL
Tradução: SANDRA R. FELGUEIRAS
Editora: Cia de Freud
Ano: 2000
Número de páginas: 172
Categoria Principal: Psicopatologia

  • Compartilhe:
R$ 60,00
Coloque o cep:
  • Descrição
  • Especificação
Introdução: De um diagnóstico incerto .................................................. 9


PRIMEIRA PARTE

O ESTADO LIMITE: UM CONCEITO PSICANALÍTICO?

Capítulo 1: O caso e a causa ............................................................... 21

Capítulo 2: A criança de Natal, com Freud .......................................... 31

Capítulo 3: Operadores psíquicos, com Lacan .................................... 43


SEGUNDA PARTE

ESTADOS DALMA

Capítulo 4: A inquietude ....................................................................... 59

Capítulo 5: A pseudoperversão ............................................................ 69

Capítulo 6: O corpo e o pensamento .................................................... 81


TERCEIRA PARTE

LÔGICA DO ESTADO, TOPOLOGIA DO LIMITE

Capítulo 7: O real do limite .................................................................. 97

Capítulo 8: O estado do sintoma ....................................................... 107

Capítulo 9: Estrutura e estado limite .................................................. 121


QUARTA PARTE

O QUE PODE MUDAR?

Capítulo 10: Momentos de loucura .................................................... 137

Capítulo 11: A pane do sujeito ........................................................... 147

Capítulo 12: A psicanálise do sujeito em estado limite ...................... 159


Conclusão: O estado do sujeito moderno .......................................... 171


O diagnóstico de estado limite invadiu a psicopatologia há cerca de vinte anos. Paradoxalmente, este termo, nascido da experiência psicanalítica, serviu para uma crítica profunda da clinica freudiana das psicoses, das neuroses e das perversões.
Do lado dos psicanalistas franceses, a exigência de um rigor metapsicológico conduziu a elaborações teóricas novas (J. Bergeret, A.Green) que vão muito além da fina descrição clinica dos autores anglo-saxões (entre os quais, principalmente O. Kernberg), ao passo que, depois de Lacan, alguns contestam radicalmente o uso psicanalítico deste diagnóstico não-estrutural.
Aqui, o autor, apoiando-se tanto no caso do Homem dos lobos, de Freud, quanto na teoria do sinthoma, de Lacan, e em sua própria clínica, de adolescentes e de jovens adultos em particular, propõe conceber este estado limite do sujeito como um estado da estrutura, não como uma estrutura clinica especifica. Ao encontro das elaborações freudiana e lacaniana e da clínica destes estados, ele propõe uma modelização topológica que o leva a pensar as mudanças possíveis do sinthoma.
1
Compre junto
O SUJEITO EM ESTADO LIMITE
Selecione uma opção disponível
+
LIMITES
Selecione uma opção disponível
O SUJEITO EM ESTADO LIMITE + LIMITES

Compre junto: R$ 125,02

Economize: R$ 7,98

Comprar
quem comprou, também comprou
PSICOSSOMÁTICA - DE HIPÓCRATES À PSICANÁLISE - COLEÇÃO CLÍNICA PSICANALÍTICA
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque
A ESCOLHA PROFISSIONAL EM QUESTÃO
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque
HANNA SEGAL EM SÃO PAULO - SEMINÁRIOS
Escolha a quantidade
No momento a quantidade solicitada n?o esta dispon?vel em estoque

    FORMAS DE PAGAMENTO

    REDES SOCIAIS