PSICOLOGIA SOCIAL - ÉTICA, PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E INCLUSÃO SOCIAL

(ref.: 9788580422290)

Autor: Emerson F. Rasera, Narleide M. Castro, Cornelis Van, Stralen (orgs.)
Editora: CRV
Ano: 2011
Número de páginas: 178
Categoria Principal: Psicologia Social e de Grupos

  • Compartilhe:
R$ 53,63 R$ 51,49
Coloque o cep:
  • Descrição
  • Especificação
SUMÁRIO

AGRADECIMENTOS 7

PREFÁCIO 9
Leoncio Francisco Camino

SOBRE ÉTICAS E POLÍTICAS EM PSICOLOGIA SOCIAL 13
Emerson F. Rasera, Marleide M. Castro, Cornelis J. van Stralen

A EMERGÊNCIA DE CONCEPÇÕES DE PARTICIPAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 19
Luciana Kind, Cornelis Johannes van Stralen, Letícia Gonçalves

UMA LEITURA PSICOSSOCIAL CRÍTICA PARA AS POLÍTICAS PÚBLICAS VOLTADAS AOS HOMENS NA SAÚDE 39
Benedito Medrado, Jorge Lyra, Michael Machado

CONSELHOS DE SAÚDE: de qual participação estamos falando? 59
Comelis Johannes van Stralen

DEMOCRACIA E MOVIMENTOS SOCIAIS: resistências hegemônicas e equivalência democrática 83
Frederico Alves Costa, Marco Aurélio Máximo Prado

COMBATE ÀS DESIGUALDADES RACIAIS NA EDUCAÇÃO POR MEIO DE POLÍTICAS DE AÇÃO AFIRMATIVA 99
Antônio Honório Ferreira

JUVENTUDE POBRE E ESCOLA PÚBLICA: desafios para a cidadania 115
Claudia Mayorga, Marina Mateus Marçal, Paulo Roberto da Silva
Junior, Rafaela Vasconcelos Freitas, Tayane Rogeria Lino

CRIANÇAS E ADOLESCENTES: sujeitos de direitos e pessoas em desenvolvimento 139
Maria Ignez Costa Moreira

O QUE VOCÊ FARIA NUMA SITUAÇÃO DESSA? NARRATIVAS SOBRE ÉTICA E GRUPOS 153
Emerson F Rasera, Rafael S. Carrijo

SOBRE OS AUTORES 173
O debate sobre a ética e a participação política ocupa várias disciplinas há muito tempo. Por que retomá-lo, hoje, no campo da Psicologia Social? Qual a contribuição da Psicologia para esses temas? Essas questões são fundamentais na sociedade atual, na qual, a participação nas decisões políticas é negada ou inviabilizada à maior parte da população e o abuso dos vocabulários éticos enfraquece sua potencialidade de promover reflexão.
A análise dessas questões pode se dar, ao menos, de três formas. Primeiro, podemos analisar os discursos sobre a ética e sobre a participação sustentados pelos autores da Psicologia: o que os psicólogos descrevem como agir eticamente, e como promover participação? Segundo, consideramos que o exercício da Psicologia é sempre ético, pautado por valores, direitos e deveres, e propostas do bem-viver em sociedade. Assim, é possível analisar diferentes teorias e práticas em Psicologia e identificar os mundos que elas constroem, quem participa e quem é excluído. Uma terceira possibilidade se dá quando associamos ética, participação política e inclusão social e abrimos espaço para pensar a ética das políticas públicas, das diferentes formas de vida por elas criadas ou cerceadas.
Nesse livro, encontramos ensaios e estudos empíricos que contemplam essas três diferentes dimensões do debate sobre ética, participação política e inclusão social. A partir da análise de diferentes contextos sociais, seja da prática profissional, dos movimentos sociais ou das políticas públicas, ele busca oferecer subsídios para a reflexão crítica sobre esse tema, sensibilizando os leitores para a sua importância e reafirmando o propósito de uma Psicologia que produza mudança social.

    FORMAS DE PAGAMENTO

    REDES SOCIAIS